O Castigo vem a Cavalo
3.943 visualizações
Afinação: Cebolão em Mi
Afinação: Ritmo: Cururu
Corrigir

aperte Esc para fechar
Espaço para play/pause

Tom: B

 E|-4-/8-7-7-4-------0-0-0-----------------0-0-0--|
 B|-------------4-/6-0-0-0-------6---6-4---0-0-0--|
G#|------------------0-0-0-5-/7---5------5-0-0-0--|
 E|------------------0-0-0-----------------0-0-0--|
 B|------------------0-0-0-----------------0-0-0--|

 B                                             F#7 
Lá nos confins do meu norte no chão da velha Bahia
                                        B 
Baiano de muita raça veio do nada e subia
                                      F#7
Tinha casa na cidade e armazém e moradia
                                           B 
Fazenda com muito gado que de vista se perdia
                    F#7  
Um baú com prata e ouro, aumentava seu tesouro
     F#7           B  
Sua fortuna crescia

F#7  B (2x) 

 B                                    F#7 
Sofrendo do coração a morte lhe perseguia
                                           B 
Igual um bravo gigante da luta ele não corria
                                       F#7  
Quando saía de viagem sua esposa prevenia
                                              B 
Eu vou fazer um pedido se longe eu morrer um dia
                        F#7  
Não me deixe em outro estado, eu quero ser enterrado
        F#7           B  
No chão da minha Bahia

Introdução

 B                                        F#7 
Se você não me atender por maldade ou tirania
                                      B 
Você pagará com juro o preço da covardia
                                          F#7  
Porém em sua longa viagem o baiano não sabia
                                             B 
O calendário da morte estava marcando o seu dia
                F#7  
Ele morreu na batalha, foi um herói sem medalha
       F#7             B  
Triste fim não merecia

F#7  B (2x)

 B                                 F#7 
No coração da viúva só maldade residia
                                     B 
A ingrata nem rezou missa de sétimo dia
                                          F#7  
Pensando que muito breve com outro se casaria
                                            B 
Aquele grande tesouro nem Deus do céu destruía
                F#7  
Com atitude desumana, dizia a fera tirana
         F#7             B  
Isso mesmo que eu queria

Introdução

 B                                      F#7 
Castigo vem à cavalo ligeiro igual ventania
                                             B 
Armazém desceu as portas sumiu toda a freguesia
                                      F#7  
Bateu doença no gado toda a boiada morria
                                    B 
Igual o gelo no sol a fortuna derretia
                     F#7  
A mulher virou um farrapo, embrulhada em velhos trapos
         F#7          B  
Teve o fim que merecia

F#7  B 

Colaboração: CarlosVieira
o que achou da música?
Ver Resultados
Total de 1 votos.
Muito Fácil: 1 votos. (100%)
100%
Fácil: 0 votos. (0%)
0%
Médio: 0 votos. (0%)
0%
Difícil: 0 votos. (0%)
0%
Muito Difícil: 0 votos. (0%)
0%
comentários

Faltam caracteres

Obs: Seu comentario está sujeito à aprovação.

Faltam caracteres

Ajude o CifrasdeViola a permanecer no ar:
Mostrar Acordes