Berrante do Preto Velho
3.586 visualizações
Afinação: Cebolão em Ré
Afinação: Ritmo: Toada
Corrigir

aperte Esc para fechar
Espaço para play/pause

Tom: D

D |-5-5-5-5--2-2-2---5-5-5-5--2-2-2-|
A |-7-7-7-7--3-3-3---7-7-7-7--3-3-3-|
F#|---------------------------------|
D |---------------------------------|
A |---------------------------------|

D |-3-3-3-3----------3-3-3-3--------|-2-2-2-2--3-|
A |-5-5-5-5--3-3-3---5-5-5-5--------|-3-3-3-3--3-|
F#|----------3-3-3------------3-3-3-|----------3-|
D |---------------------------3-3-3-|----------3-|
A |---------------------------------|----------3-|

G                                         D 
Mil e quinhentas cabeças De gado selecionado
                                             G
Pro sertão de Mato Grosso Ia sendo transportado
                                               D
Preto velho era o cargueiro Criolo muito estimado
                         C                 G     D                      G 
Seu patrão era um menino Que cumpria seu destino No transporte do seu gado


G
Os dois seguiam na frente Pra poder domar o gado
                                      G
A boiada estourou Num recanto assombrado 
                                  D
O garoto apavorou Foi um barulhão danado
                       C                G D                 G 
Naquela hora de agonia Do cavalo ele caía Pro gado ia ser pisado

G
Mas o peão preto velho Sentindo grande aflição
                                      G
Implorou seu protetor Caiu de joelho no chão
                                  D
Fez ali a sua prece Com seu berrante na mão
                       C                G D                 G 
Com os olhos no infinito Pediu a São Benedito A divina proteção

G
O meu poderoso santinho Estou pedindo a vós mecê
    C
Ajude o preto véio Esta batalha vencê
G                  D
Meu nobre sinhozinho Ele não pode morrê


FALANDO:
D
Resplandeceu lá das alturas Um clarão tão deslumbrante
C                             G     
Entre as centelhas celestiais Foi formando uma cruz brilhante
D                    G    
E uma voz misteriosa Falou tão emocionante
D
Daqui do reino celeste Estou te ouvindo neste instante
                      C 
A sua fé foi profunda No momento delirante

G                         D                       G    
Seja forte, ó preto velho Pois repique o seu berrante
G                                      D 
Com o toque do berrante O gado todo acalmou
                                     G
Olhando pro céu azul Toda a boiada parou
                                        D
O garoto bem depressa No seu cavalo amontou
                       C               G      D                G 
Vendo o milagre divino Salvando aquele menino O preto velho chorou


FALANDO:
D
Obrigado meu Deus Obrigado São Benedito
C                         G                 D 
Meu sinhozinho está salvo Preto véio tá contente
D               D                  C              G  
Obrigado Meu Senhor Muito obrigado Esse véio tá contente
D               G
Obrigado, muito obrigado

Colaboração: Taís Viana
o que achou da música?
Ver Resultados
Total de 1 votos.
Muito Fácil: 1 votos. (100%)
100%
Fácil: 0 votos. (0%)
0%
Médio: 0 votos. (0%)
0%
Difícil: 0 votos. (0%)
0%
Muito Difícil: 0 votos. (0%)
0%
comentários

Faltam caracteres

Obs: Seu comentario está sujeito à aprovação.

Faltam caracteres

Ajude o CifrasdeViola a permanecer no ar:
Mostrar Acordes