A porteira
5.473 visualizações
Afinação: Cebolão em Ré
Afinação: Ritmo: Toada
Corrigir

aperte Esc para fechar
Espaço para play/pause

Tom: G


D |-14-14-14-14--7-7-7-7--12-12-12-12--5-5-5-5--10-10-10-10--4-4-4-4--5-7-4-4-5-----
A |-15-15-15-15--9-9-9-9--14-14-14-14--7-7-7-7--12-12-12-12--5-5-5-5--7-9-5-5-7-----
F#|---------------------------------------------------------------------------------
D |---------------------------------------------------------------------------------
A |---------------------------------------------------------------------------------

G                    D7            G
Uma porteira que existia onde eu morava
         D7         G         Bm        Am
Quando a noitinha chegava, ali toda a vizinhança
                                  D
Contando estórias ao luar se reuniam
        C               D        C              G
Junto a porteira que um dia viu raiar a minha infância

                       D7         G
Ficava ao lado de uma estrada boiadeira
               G7                 C
A batida da porteira ecoava no sertão
                    D               G
Ecos que ainda permanecem em meus ouvidos
         C      D7    G            D7        G
No estradão de chão batido, chão de minha solidão

          D7             G     D7       G
Como a porteira que eu fechei lá no estradão
         D7           C     D7  G   G7
Outra porteira dentro do meu coração
       C                       G
Hoje divide meus caminhos desiguais
          A             D              G
Que se fechou no triste adeus do nunca mais

 D|----5-12-12/14-10-10-7-4-4-7/9-7-5------
 A|--5-------------------------------------
F#|----------------------------------------
 D|----------------------------------------
 A|----------------------------------------

          G         D7             G
Porteira velha no caminho de meus passos
    D7             G           Bm        Am
A batida de seus braços em seu peito de madeira
                                 D
Foi a divisa da infância pra mocidade
      C          D          C          G
No batente da saudade ficou marcas derradeiras

                      D7         G
Na outra banda eu deixei o meu passado
      D7          G         G7         C
E chorando deste lado arrasto a cruz do presente
                      D           G
Presente triste de chegadas e partidas
         C  D7    G           C  D7    G
Onde a porteira da vida deixou marcas no batente

          D7             C      D7      G
Como a porteira que eu fechei lá no estradão
         D7           C     D7  G     G7
Outra porteira dentro do meu coração
       C                      G
Hoje divide meus caminhos desiguais
           A               D           G
Que se fechou no triste adeus do nunca mais

Colaboração: Gustavo Bigode
o que achou da música?
Ver Resultados
Total de 2 votos.
Muito Fácil: 0 votos. (0%)
0%
Fácil: 1 votos. (50%)
50%
Médio: 1 votos. (50%)
50%
Difícil: 0 votos. (0%)
0%
Muito Difícil: 0 votos. (0%)
0%
comentários

Faltam caracteres

Obs: Seu comentario está sujeito à aprovação.

Faltam caracteres

Ajude o CifrasdeViola a permanecer no ar:
Mostrar Acordes