Bem-te-vi Granfino
Compositor: José Calixto e Fabiano Rancharia
2.767 visualizações
Afinação: Cebolão em Mi
Afinação: Ritmo: Querumana
Corrigir

aperte Esc para fechar
Espaço para play/pause

Tom: B

 E|---------------------/7-7-7-6-6-6-4-6-4-0-2|
 B|--------------4-4/5--/9-9-9-7-7-7-5-7-5-2-4|
G#|--------2-3-5------------------------------|
 E|----2-4------------------------------------|
 B|4-5----------------------------------------| 

 E|-----------------------------------------------|
 B|-----------------------------------------------|
G#|--------2-3/5-3-2---/8-7-----------------------|  F#7  B
 E|----2-4------------------9-7-6-4-2-0----2/7-7-7|
 B|4-5-----------------------------------4--------|

                                  F#7                                 B
Na cidade onde moro amanheço escutando, a cantiga dolente de um bem-te-vi                                                                                F#7                             B
Se os seus olhos vissem meus olhos chorando, ele ia cantar muito longe dali
                 F#7                 B                 F#7                  B
Seu cantar vai buscar o meu doce passado, que vem e retorna nas assas do vento                                                                F#7                                B
Parece fumaça de um fogo agitado, sufocando o ego do meu sentimento

Introdução

                         F#7                                   B
Pois ali não vejo o jacarandá, onde cantarolava o canário da terra
                          F#7                                  B
Não vejo traíra no meu samburá, e nem a lagoinha na no pé da serra
           F#7                 B              F#7                B
Não vejo perdiz na trilha do gado, e nem as abelhas no pólen da flor
                            F#7                           B
Não ouço mugido de boi confinado, lá na passarela do embarcador

Introdução

                                F#7                                B
Também não deparo com minha mãezinha, ralando mandioca no velho galpão
                                  F#7                                   B
Papai não debulha milho pras galinhas, nem trata dos porcos lá no mangueirão
               F#7                B               F#7                  B
Do passado eu tenho somente a cantiga, desse passarinho simples forasteiro
                              F#7                                 B
E a rara presença de alguma formiga, lambendo cimento sobre meu terreiro

Introdução

                              F#7                                    B
Chega de cantiga bem-te-vi granfino, chega de lembranças lá do meu sertão
                             F#7                                 B
É triste viver nas mãos do destino, longe dos currais, boiada e peão
             F#7                 B                 F#7            B
Quando você canta volto a ser menino, depois vem o tranco da desilusão
                             F#7                                B
Assim você faz o meu sopro divino, morrer de overdose de recordação

Colaboração: Igor Basso
mande seu vídeo tocando #aprendinocifrasdeviola

Grave um vídeo tocando "Bem-te-vi Granfino", poste no Youtube e envie o link pra gente! Você aparecerá aqui mostrando seu talento.

Envie seu vídeo
o que achou da música?
comentários

Faltam caracteres

Obs: Seu comentario está sujeito à aprovação.

Faltam caracteres

Ajude o CifrasdeViola a permanecer no ar:
Mostrar Acordes