A Grande Cilada
5.903 visualizações
Afinação: Cebolão em Mi
Afinação: Ritmo: Pagode
Corrigir

aperte Esc para fechar
Espaço para play/pause

Tom: E

 E|---0---12p0----10p0----8p0---7p0----10p0----8p0----7p0---3p0-
 B|-------------------------------------------------------------
G#|-----12------11-------9-----7-----11-------9------7-----4----
 E|-------------------------------------------------------------
 B|--0--------0--------0------0-----0-------0------0------0-----

 E|----8p0----7p0----5p0----1p0----8p0----5p0-----0-------0----[12]--
 B|---------------------------------------------------------7--[12]--
G#|---9------7------5------2------9------5------------7-8------[12]--
 E|---------------------------------------------7---9----------[12]--
 B|-0------0------0------0------0------0-----------------------[12]--

   E                B7                        E
Malandro de muita arte, que roubou a vida inteira
                           B7           E
Parecia homem de Marte, lambari da corredeira
   B7                                        E   B7
Embrulhou por toda parte a policia brasileira
   A                    B7               E
Parecia o Malazarte, carregou água em peneira
                          B7          E
Um rato de muita arte, sem cair na ratoeira.
   B7                                                        E    B7   E
Malandro pintou o sete, fez ponta de canivete virar bico de chaleira 

Introdução

   E                B7                        E
Era liso igual quiabo, não falhava um truque seu
                           B7           E
Soldado, sargento e cabo, na poeira se perdeu
   B7                                    E    B7
Pegou gato pelo rabo, e como lebre vendeu
   A                    B7               E
Embrulhou até o diabo, que na frente apareceu
                                B7           E
Era um cascavel dos bravos, bote errado nunca deu
   B7                                                        E    B7  E
Malvado e desumano, embrulhou até cigano que com ele se envolveu 

Introdução

   E                B7                     E
Na capital de São Paulo o malandro apareceu
                           B7          E
E dando uma de galo, a mão no peito bateu
   B7                                         E  B7
Para pisar no meu calo, quero ver quem nasceu
   A                    B7               E
Não vou cair do cavalo, rei dos malandros sou eu
                                  B7           E
Não pode cair no pialo, quem com classe aprendeu
   B7                                                          E    B7   E
Os delegado só prende, malandro que não entende, que não foi aluno meu

Introdução

   E            B7                    E
Vestido de militar mulher rica conseguiu
                           B7          E
Hoje eu vou me casar, até o padre vai cair
   B7                                        E  B7
Não era flor de cheirar o padre que estava ali
   A                     B7             E
Você não é militar, há tempo te persegui
                           B7           E
Aqui nos pés do altar, sua fama vai sumir
   B7                                                         E          B7   E
Você é um malandro otário, eu também não sou vigário, sou delegado Fleury

mande seu vídeo tocando #aprendinocifrasdeviola

Grave um vídeo tocando "A Grande Cilada", poste no Youtube e envie o link pra gente! Você aparecerá aqui mostrando seu talento.

Envie seu vídeo
o que achou da música?
Ver Resultados
Total de 2 votos.
Muito Fácil: 0 votos. (0%)
0%
Fácil: 1 votos. (50%)
50%
Médio: 0 votos. (0%)
0%
Difícil: 0 votos. (0%)
0%
Muito Difícil: 1 votos. (50%)
50%
comentários

Faltam caracteres

Obs: Seu comentario está sujeito à aprovação.

Faltam caracteres

Ajude o CifrasdeViola a permanecer no ar:
Mostrar Acordes